Um catequista, um pedagogo de Cristo, um Pai espiritual

Um catequista, um pedagogo de Cristo, um Pai espiritual

No mês das vocações, não poderíamos deixar de homenagear e agradecer a Deus por esta bela ação em nosso Santuário: A catequese. Contudo, a catequese não vive sem duas partes muito importantes: o catequizando e o catequista. O catequista é um leigo, amante incansável do Cristo, que dispensa parte do seu tempo para compartilhar todo esse amor com novos corações que buscam por cristo.

Ser catequista é empenhar um esforço pela “Boa Nova”. É seguir os passos dos apóstolos de Cristo e, de dois-a-dois evangelizar em nome da Santíssima Trindade. É doar-se de forma integral, é ser um pedagogo de Cristo, como um contador de histórias que traz consigo em seu coração uma vivência que, por palavras e ações, desperta a curiosidade e o amor por Cristo, levando mais corações ao coração de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Assim como nosso Pai e Fundador, é apresentar uma Mãe, que tem um filho grandioso e que a partir dele, é entregue uma Mãe que nos ama e cuida. Muitas vezes é ser um pai ou uma mãe, que abre os braços e acolhe corações aflitos e sedentos de amor. E que encontra no catequista um porto seguro, descobrindo através do coração do catequista que existe um farol que ilumina seus passos e que dispensa graças em abundâncias àqueles que a Ti se consagram.

Parabéns aos nossos queridos catequistas! Que a Mãe de Deus conceda muitas graças e forças para seguir a caminhada e ao empenho de conduzir mais corações ao coração da Mãe de Deus. Que vocês sejam eternos faróis na vida de nossas crianças e que possam ser o Evangelho Vivo para muitos! Que a exemplo de nosso Pai e Fundador, vocês possam continuar a atrair muitos corações ao coração da Mãe de Deus.

Por Fernando Castilho Valderrama

Adicionar Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *